terça-feira, 10 de setembro de 2013

Pintura de Vladimir Kush

CICLOS

A cada descompasso da sorte
o destino cobra o preço:
revés do riso,
contrário ao canto...

Ponto por ponto,
a dor costura a alma
cingindo o rasgo
no tecido da pele...

Gota a gota,
a lágrima irriga a terra
e torna fecunda a semente que brota
no ciclo da vida nova...

Genny Xavier

Pintura de Vladimir Kush

5 comentários:

heretico disse...

fecunda a tua poesia. seiva - para além da lágrima.

beijo

Mar Arável disse...

Pedras com vida por dentro
Bjs

Rafael disse...

e em um desses ciclos o fruto alimenta, saudavelmente, nossas alma.

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.

lucas disse...

Muito bom blog, Genny. Daqui pra frente o acompanharei. Seu amigo, Lucas.