sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Fonte: Google


LUZ ESTELAR


Ponto a ponto
as estrelas bordam
o tecido do cosmos
no espaço-tempo…
A grandeza mora nas estrelas
e o meu coração ínfimo
pulsa e pulsa
diante do brilho remoto
que delas emanam…
Quanta ancestralidade
reside em meu corpo
a matéria das estrelas?
Eu respiro
e sopro os grãos de luz
das longínquas nebulosas…
Herança das eras
dos incontáveis sóis
que nascem e morrem…


Genny Xavier



3 comentários:

heretico disse...

somos um Acaso de poeira...
lucidez e beleza.

beijo

Sam disse...

Olá!!

Apresento uma grande rede social à escala mundial, em inglês, português, etc, que introduz uma mais valia: Divide alguma da receita de publicidade gerada com o utilizador, em função da sua atividade!

Faço o convite aqui: www.tsu.co/samgom

Esclarecimento de dúvidas pela revista Forbes:
http://www.forbes.com/sites/paularmstrongtech/2016/02/08/everything-you-need-know-about-tsu-and-four-reasons-your-brand-should-be-using-it/#6376b36f2c47

Mar Arável disse...

Insondáveis os voos

nas suas palavras belas