quinta-feira, 25 de novembro de 2010


AMOR

O sentimento do poeta pulsa
pela madrugada insone,
apertado por mil imagens
que não se desgrudam da emoção.

Acumulam-se os registros:
A história na mão
e a visão admirável do tempo...
...tempos febris,
fatos medonhos,
homens obstinados.

A verticalidade da história
alimenta vorazmente
o cotidiano de uma humanidade
que acorda todo dia.

O poeta curva,
porque lhe dói músculos e entranhas
e os sentidos inquietos perduram noite à dentro...
...amor incansável,
sentimento de um mundo
que acorda todo dia.


Genny Xavier

Foto: Hugo Dias

17 comentários:

heretico disse...

poema (mais) animoso. na confiante certeza, ou serena aceitação de "a humanidade/que acorda todo dia".

gostei. muito.

beijos

Nayara .NY disse...

Pulsa o tempo
por estar vivo!
Pulsa!
Cheio de complexidade e emoção!
Bjos

Luiz Reginaldo Silva disse...

Como sempre poema inspirado nas coisas boas que nos cercam.
Saudade de não ter passado por aqui a mais tempo. Pura emoção.

Luiz Reginaldo
Agreste alagoano

Rita Santana disse...

O poeta! A poeta!Quanta dor nos habitará ainda? Suportaremos?????????

beijos, Poeta!

Claudinha ੴ disse...

O Poeta sente o mundo e somatiza suas dores. Lindo!
Um beijo!

São disse...

Ser poeta não é coisa fácil, não...é ter a sensibilidade desperta para tudo quanto nos rodeia

As fotos estão magníficas e o poema está á altura delas.

Bem haja, minha querida.

Desnuda disse...

Querida amiga,


Esta sensibilidade dimensionada, atenta e sentida é fruto de um “ amor incansável”. Belíssimo poema e ilustração, Genny.



Carinhoso beijo e excelente semana, amiga.

Mar Arável disse...

O poeta pode partir

mas não curva

a menos que as palavras lhe fujam dos dedos

so sad disse...

lembrou-me :

Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu...

beijo!

Dalinha Catunda disse...

Olá Genny,

Amo sua prosa, mas seus poemas são maravilhosos, dei uma lida nos que estão ao alcance da vista, mas voltarei para ler com mais calma e saboreando-os.
Beijos, amiga,
Dalinha Catunda

Claudinha ੴ disse...

Passando novamente e deixando um beijo!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

À GENNY XAVIER

É no uso palpitante da palavra
eleita mestra do espírito
que se traça o caminho para a fonte cristalina do ser.
Mas sabemos, também, de nossa dança sobre abismos,
em que a valsa do equilíbrio
é pura fantasia.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Oi, amiga, leu o post que Leandro escreveu no meu blog sobre A NOITE AMERICANA, de Truffaut? Ficou belo. Recebi textos também de Clotilde Tavares, Henrique Wagner, Fabrício Brandão, Ritinha Santana... Vou postando pouco a pouco...Estou feliz com O FALCÃO MALTÊS... uma bela repercussão: um mês e meio no ar e 7.500 navegações e 159 seguidores... Também tenho comercializado muitos filmes (cerca de 30 por semana)... Saudades de nossas noites cinéfilas... Ontem vi CORAÇÕES LOUCOS, um filme francês com um jovem Depardieu... e lembrei muito de você
Beijos, linda!

Nilson Barcelli disse...

Excelente, gostei imenso.
Querida amiga, desejo-te um Natal muito feliz, na companhia dos que mais amas.
Beijos.

Desnuda disse...

Querida amiga,

Natal Feliz junto aos que ama. Beijos com carinho.

Desnuda disse...

♫♫♫ Feliz Natal!!!

...............¨♥*✫♥,
.........,•✯´.........´*✫
.......♥*................ __/\__
.......*♥............… ..*-:¦:-*
...¸.•✫.............……/.•*•.\
...~`,`~.................. |
¸....✫................... *•*
´¸...*♥..´¸...........*♥♫♥*
´¸¸♥*................✯•♫•♥•*
´¸.•✫ .............. *♥•♫•♫♥*
~`,`~............. ✯♥•♦♫♥•♥*.
`.✫`.............. *♥☺♥•♥•☺♥*.
●/................✯♥•♥♠♫♥#♥•♥*..
/▌................*♥♫•♥♫•♥♫♥•♫♥*
/ \....................... ╬╬╬╬.

Bj♥s

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Oi, amiga, cadê os novos posts? Saudades de seus poemas.
Acabo de postar um texto sobre RACISMO E INTOLERÂNCIA EM HOLLYWOOD, creio que vai gostar. Apareça. Sinto falta de seus comentários pertinentes.
Beijão

www.ofalcaomaltes.blogspot.com